sábado, 12 de setembro de 2009

chegando no elevador

Ontem não deu para atualizar o boletim. Cheguei cansado da maratona semanal e não tinha raciocínio suficiente para escrever.

A evolução na recuperação permanece contínua: foi um dia estável na condição clínica (ainda não consegue controlar a bexiga a fim de esvaziá-la, fazendo com que a sonda seja usada para alívio), mas um dia de melhora na dinâmica dos movimentos.

Ela ontem chegou até a porta dos elevadores e se bobear ela sai de fininho do hospital... Falando sério: foi uma caminhada com auxílio dos fisioterapeutas e a grande dificuldade que vem enfrentando é a dinâmica do quadril. Ainda sem muito uso por conta do longo tempo acamada, o quadril não vem transmitindo a segurança necessária para ela se movimentar com menos auxílio, mas vem evoluindo no uso da musculatura das pernas, com evoluiu no uso da musculatura do braço direito. O braço esquerdo ainda tem limitações médicas pelo uso de uma tala, mas a mão vem mostrando que está em boas condições pela fisioterapia que vem sendo feita com os dedos.

Exames permanecem evoluindo indicando que as infecções estão controladas e a ausência de febre mostra que os antibióticos eram os responsáveis pela febre baixa anterior. Ela já não precisa mais de monitoração de aparelhos, sendo mantida com essa monitoração por força do protocolo da Unidade Intermediária.

A cicatrização das escoriações e cirurgias também evolui a contento, diminuindo bastante a área do curativo e permitindo que sejam limpos pela enfermagem (exceção feita ao curativo do enxerto, onde somente a ortopedista mexe).

Enfim, podemos realmente preparar o pelotão de batedores porque a data da alta está se aproximando. Subam a Petropólis e tomem uma cerveja por mim porque, apesar de próxima, ainda não existe uma data para a saída e não acredito que será neste fim de semana pois ela tem curativo da mão marcado para segunda feira.

Obrigado a todos pela fé na recuperação dela, pelo amparo que deram a ela durante a fase da sedação e pelo animo que jogam para ela nessa fase de fisioterapia.

Vamos manter o time vencedor e manter a nossa corrente positiva. Essa batalha parece estar chegando ao final, mas a guerra ainda vai continuar e na próximas batalhas nós poderemos mostrar o apoio diretamente a ela. Obrigado, gente!

2 comentários:

Clédia disse...

Adelino, está muito perto a alta da Silvana!!! Neste dia quero estar aí batendo palmas para ela!!! Daqui a corrente continua sempre!!!!
Beijos para vocês
Clédia

Paola Camero disse...

Adelino,

Espero que você tenha recebi a carta que deixei para a Silvana no Samaritano. Espero também que ela tenha gostado.
Fico no aguardo de poder visitá-la tão logo ela passe por mais essa fase do hospital.
A corrente permanece forte e inabalável.

Grande beijo,

Paola