segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Tentando acordar

Ontem foi outro dia estável, pressão mantida por ela mesmo e resirador comandando a respiração. A visita das 11h atrasou e falamos com o médico antes. Ele disse exatamente o que escrevi antes: pressão estável e respirador comandando a respiração.

O fato novo foi que ela estava sem qualquer sedativo, dormia por conta dos sedativos que foram aplicados durante toda a semana, existia um frasco de dormonid pronto para ser aplicado, mas ela estava por conta dela. A dieta via sonda continuava e o intestino já respondia aos estímulos.

A noite ela continuava sem sedativos, mas isso não quer dizer que tenha passado o dia todo sem qualquer sedativo. Os sedativos que vinham sendo aplicados ininterruptamente podem ter sido ministrados em intervalos que não coincidiram com as visitas, pelo menos foi isso que a madrinha do Nuno (que já foi médica) alertou.

A boa notícia é que médicos amigos da nossa família estão ficando animados. Lógico que os médicos que tratam dela mantém a postura profissional de não alimentar esperanças pois o quadro permanece grave, mas longe do quadro crítico que ela esteve há uma semana. A esperança de que o pior já passou e que ela vai conseguir sair dessa situação cresce junto com a ansiedade.

Impossível não estar ansioso por chegar e vê-la acordada, mas isso ainda deve demorar alguns dias e vai depender muito dela. O respirador iria ter sua função modificada para que ela comece a ter algum controle sobre a forma que ela respira e dependendo da reação dela o tubo será retirado mais rápido ou mais lentamente.

Marina veio ao Rio para ver o Nuno, que foi devidamente ocupado nesse fim de semana pela minha irmã e pela Débora, mas o pequeno já mostra que está um pouco traumatizado com médico: Marina torceu o pé e aproveitou para ir ao médico e disse para ele que ia ao médico e a primeira pergunta dele foi se ela voltava logo...

Agora só nos resta esperar, orar para que ela se mantenha serena e consiga um rápido "desmame" do tubo para que a sua saída do CTI para o quarto seja confirmada.

A todos que estão nessa corrente, mais uma vez obrigado. Não conseguirei nunca dimensionar a importância do apoio que estamos recebendo de vocês.

5 comentários:

Rodrigo Digão disse...

Grande Adelino... Aqui quem fala é o Digão (da Dupla Taty e Digão que esta sempre com vcs nos eventos do HOG). Cara, tenho acompanhado tudo desde o começo, e deixo aqui toda minha energia positiva e fé... Tenho certeza que tudo isso vai passar. Conte comigo com o que for necessário... Forte Abraço, e uma semana de muitas vitórias pra vcs... Vlw...

Digão Lopes

Gustavo O disse...

É ótimo ler no seu blog os avanços, mesmo que pequenos, de sua esposa. Estamos todos na torcida de que ela possa voltar a sua companhia e de sua família o quanto antes. Parabéns pela força de você. Nessas horas difíceis que se revelam pessoas de grande vontade e sucesso. Parabéns tb a equipe médica. Grande abraço e um aviso de que a corrente positiva agora ficará cada vez mais forte!!

Ines Alegria disse...

Adelino, estamos também rezando e torcendo pela recuperação rápidada nossa amiga tão querida! Se precisar de qualquer coisa nos ligue...estou na Gávea (PUC) de terça a sexta e ainda no sábado, perto da casa de vocês....qualquer coisa basta ligar. Nossos numeros: Ines 81220958 e helio 78341500.
Um beijinho em você e no Nuno...e muito carinho pra todos. A corrente de bons fluidos conta comigo, Helio e Thiago tb.
Ines

Claudia Roque disse...

Olá Adelino, sou Claudia esposa do Marcus filho do PHD Roque. Queria te dizer que acompanho religiosamente as notícias sobre Silvana e quando não posso pergunto ao meu marido se ele sabe de alguma coisa. Torço muito por ela e por sua breve recuperação. Acredito que ela está lutando muito para acordar porque pensa muito em você e nos filhos, sei que a saudade dela é imensa. Te admiro muito pela força diária que você vem escrevendo nos passando os informes sobre ela. Espero poder um dia conhecê-los pessoalmente e dar meu abraço em você e um beijo na Silvana
Sua fé e sua força nos dá uma esperança de uma melhora muito breve.
Meu carinho a você e sua familia,
Claudia Roque

Lobo disse...

Tomei ciência do acidente e tenho acompanhado através de amigos em comum, só que as notícias nunca são muito precisas.

Estava procurando seu blog, mas não conseguia achar. Finalmente consegui.

Passei por essa situação de CTI, no início do ano, com minha avó, e sei bem o quanto é difícil. Como você já disse, muitas vezes a melhora é não ter piora. Chega-se ansioso ao horário de visita, mas não há nenhuma novidade, o quadro é o mesmo.

Não desanime, não fraqueje. Sei que é difícil, mas veja o exemplo que ela está dando, de luta, de vontade de melhorar.

As melhoras serão lentas, mas já já vc estará vendo o olho dela se abrir e sorrir para você.

Força velhinho...

Abrax