quinta-feira, 7 de agosto de 2008

afinal, qual é o limite de ruído?

Sempre que existe um encontro o assunto escapamento aparece. A Harley Davidson vem iniciando uma cruzada para que se limite o ruído dos escapamentos, numa tentativa "politicamente correta" de mudar a imagem "out-law" que tem nos EUA.

Aqui no Brasil existe um limite de 99 dB, embora a CETESB SP estabeleça um limite de 80 dB, mas nunca tinha visto como seria o procedimento para esta medição.

A RESOLUÇÃO 252 de 01 de fevereiro de 1999 do CONAMA determina que o ruído máximo em motocicleta seja de 99 dB. No entanto, o parágrafo 4º, do artigo 1º, determina: "§ 4º Para fins de inspeção obrigatória e fiscalização de veículos em uso, os ensaios para medição dos níveis de ruído deverão ser feitos de acordo com a norma brasileira NBR 9714 - Ruído Emitido por Veículos Automotores na Condição Parados - Método de Ensaio, no que se refere à medição de ruído nas proximidades do escapamento, utilizando-se equipamento previamente calibrado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial-INMETRO ou laboratórios pertencentes à Rede Brasileira de Calibração-RBC, observada a seguinte alteração no tocante à velocidade angular do motor, que deverá ser estabilizada nos seguintes valores, onde N é a máxima velocidade angular de potência máxima do motor, sendo admitida uma variação máxima de ± 100 rpm. Para motocicletas e assemelhados:
a) ½ N se N <> 5000 rotações por minuto.

Em nosso caso a medição deverá ser feita em torno das 1700 rpm, com o microfone do decibelímetro colocado em um tripé a cerca de 10 cm da saída do escapamento.

Teremos duas dificuldades: estabelecer as 1700 rpm, já que as HD não tem conta-giros de série (para quem tem já está resolvido) e achar um decibelímetro devidamente aferido pelo INMETRO.

Portanto, se quiser fazer uso de escapamento esportivo, não basta colocá-lo na moto e fazer o acerto mecânico. É necessário levar sua motocicleta num laboratório credenciado, para emissão do certificado que deverá ficar junto ao documento CRLV da motocicleta. Só assim, policial algum poderá apreender sua motocicleta.

Se você não tiver esse certificado, o policial poderá tranquilamente reter a moto até que o escapamento seja trocado por outro dentro das especificações da lei.

Pessoalmente acho que os Screamin'Eagle II estariam dentro desses limites, mas tenho de arrumar o conta-giros e alugar o decibelímetro para afirmar isso, porque a rotação abaixo de 2000 rpm exigida pela NBR 9714 é atingida com muito pouca aceleração, não chegando nem perto daquela tradicional acelerada funda que a gente dá para chamar a atenção do motorista desavisado. Outros escapamentos como o Freedom e V&H tem maiores possibilidades de estarem fora desses limites.

O Screamin'Eagle Street Legal que vem sendo vendido pelas concessionárias HD está abaixo desses limites, uma vez que está homologado na Califórnia e lá o limite é de 70 dB.

Portanto, vamos usa o bom senso e cortar a aceleração sempre que a gente passar pelas "otoridades", porque a gente nunca vai saber quando o policial vai estar de mau humor e querendo descontar em alguém.

Também não custa evitar sair rasgando na frente de hospitais e locais onde o silêncio se faz necessário.

Nenhum comentário: