segunda-feira, 30 de setembro de 2013

novela da Fat: longe do final

Peguei os injetores no sábado e .só consegui trocar hoje (segunda) e o defeito segue.

Comparando os injetores novos com os injetores antigos não vi nada além do desgaste pelo tempo de uso, mesmo assim foram trocados.

A suspeita de defeito nos injetores antigos surgiu com o travamento do controle da entrada e saída de combustível que foi constatado na nova limpeza feita após a ocorrência do erro p1353.

Com a troca dos injetores sem solução do defeito, as soluções vão começar a ficar mais onerosas pois saem da minha garagem para alguém com melhor ferramental e experiência na parte elétrica para buscar um curto em algum lugar, troca de bomba de gasolina (essa ainda consigo fazer na minha garagem) ou um teste mais detalhado da ECU para verificar falhas no funcionamento.

Por enquanto, segue parada na garagem.

8 comentários:

Anônimo disse...

Meu amigo, desculpa a pergunta, mas já testou a pressão na linha de combustível com a moto funcionando? Não me lembro de ter visto se o amigo já fez isso.
Um abraço

Maverick74

wolfmann disse...

Não tenho o equipamento para testar a bomba, embora o Alex já tenha oferecido.

Mas dentro da lógica, a bomba pressuriza o sistema antes da partida, a moto funciona muito bem nos primeiros minutos e volta o defeito. Não tem sintoma de bomba defeituosa.

Acho que vou comprar uma genérica de 4,3 bar da Bosch e fazer a substituição, mesmo não acreditando nessa possibilidade.

Anônimo disse...

Wolf, aconteceu com meu pai em uma caminhoneta q ele tinha, não sei como, entrou no tanque uma cabeça de rebite de alumínio. As vzs ele obstruia a entrada as vzs não. E foi dificil descobrir. Se o Alex te ofereceu, testa e tira da lista dos defeitos possíveis.

maverick74

Bayer - Old Dog disse...

Posso ser sincero? Tenho percebido que a sua confiança na moto tem caído, e essa sua busca pelo problema mostrou como é complicado mexer na injeção.

Será que não seria o caso de transforma-la em um projeto paralelo e convertê-la para carburada? Concordo que a injeção é um conforto, mas de repente é um bom projeto para deixar sua moto mais "simples" de manter por mais uns bons anos.

Confesso que penso nisso caso a XR passe por algo parecido.

wolfmann disse...

Neste estágio é melhor investir em uma nova bomba de combustível e verificar se essa é a solução do que abandonar e começar a modificar para carburador.

O sistema de alimentação foi praticamente renovado, faltando apenas a bomba e a ECU.

Eu confesso não ter confiança na moto como tinha, mas sei que no final ela estará apta para outros sete anos. Se vai ser comigo é outra conversas, mas até para vender preciso resolver o problema.

A receita para carburar é simples: conversei com o b00m e falta mesmo só os p/n, mas preciso da ECU funcionando porque ela vai gerenciar a ignição, e se tiver que investir em uma ECU, com o sistema da injeção renovado, melhor partir para um. Thunder Max e manter a injeção.

Como sou eu que venho gastando tempo na garagem (como diz o Pedrão: faça merda você mesmo) fica mais demorado. Talvez um bom mecânico já tivesse resolvido, mas teria feito o mesmo que eu, apenas em tempo menor.

A lição que fica é a necessidade de manter a moto atualizada. Com a injeção, cuidar de uma tecnologia muito antiga é difícil por falta de conhecimento e peças porque os problemas das motos mais novos são outros, mas os mecânicos conhecem como resolver e o tempo de moto parada é menor.

E continuo favorável à tecnologia: mais segurança e mais tempo entre as manutenções periódicas são pontos favoráveis importantes. O que acontece com a minha moto foi uma fatalidade já que as duas "primas" dela (duas Heritages Customs que saíram da loja na mesma época) já passaram a minha quilometragem sem apresentar nenhum problema na injeção: uma delas chegou, com os tensores originais, aos 80.000 kms (50.000 milhas).

Vamos manter a Fat rodando.

Bayer - Old Dog disse...

Vou continuar acompanhando! Espero que seja algo simples como a bomba.

Anônimo disse...

Amigo Wolfmann...voltando ao assunto...qual a diferença, além do valor do: "Screamin' Eagle Street Performance Tuner Kit-41000008B" para o "Screamin’ Eagle® Pro Super Tuner - 32109-08C", um amigo esta indo lá e perguntou se eu queria algo...então gostaria de tirar essa duvida com o Papa das Fat Boy's...
P.S. se você esta sofrendo para resolver o problema da injeção de sua Fat em sua cidade....imagina se fosse aqui em Manaus, onde temos a montadora e não temos uma concessionaria...

Sds
Ricardo Abrahim

wolfmann disse...

Ricardo o kit Street Legal (41000008) não consegue bons resultados pois só permite enriquecer a mistura sem tropicalizar o combustível através da alteração da eficiência volumétrica.

É mais barato, mas não tem como ser usado sem o software do dealer. Ou seja: peso de papel para deixar em cima da mesa.

O Race Tuner (32109-08c) te permite fazer todas as alterações possíveis, a partir de um mapa elaborado pela própria HDMC e sem interferência de mecânico de autorizada: basta a interface, software e cabos.

Para você que não tem dealer na cidade, é a única solução possível, além de ser a solução mais completa.