domingo, 21 de outubro de 2012

National H.O.G. Rally Florianópolis: avaliando as repercussões internas

Muito já se disse e debateu sobre o evento HOG deste ano.

Temos a turma da grade, a turma do evento, a turma que vai e não quer saber de encontro, a turma que corneta e por aí vai.

De tudo que foi dito, uma postagem do Roque em seu blog (http://wilsonroque.blogspot.com.br/2012/10/hog-national-rally-2012-florianopolis.html) resume bem o sentimento dos membros mais antigos do HOG: insatisfação com o tratamento que vem sendo dispensado a uma das ferramentas de marketing que reergueu a HDMC: o HOG.

O HOG, apesar de todas as brincadeiras e da ostentação que uma parcela dos membros gosta de mostrar trazendo uma fama pejorativa para todo o grupo mantido pela fábrica, é reconhecido como uma das ações mais bem desenvolvidas em termos de marketing da marca HD, tanto é assim que o seu fundador foi homenageado em Sturgis este ano.

A fábrica reconhece isso e trata o HOG como uma tradição a ser preservada como forma de homenagear os proprietários que permanecem fiéis à marca e alavancam o HD life style como uma forma de demonstrar seu respeito a tradição que envolve a marca.

E mesmo assim, na hora em que todos esperam uma grande festa, a fábrica brasileira apresenta um evento sem maiores detalhes com valor completamente fora do esperado e ainda espera que houvesse uma corrida para adquirir os passaportes.

Isso não aconteceu exatamente pela sensação de pouco caso que a fábrica passou na apresentação do evento. A impressão que o evento foi organizado de forma amadora, apenas para cumprir obrigação assumida junto à matriz, tipicamente para americano ver, marcou negativamente o evento e as vendas não decolaram, surgiu um evento paralelo como forma de protesto e deu força a turma que não gostou do evento em formato de day use.

Com venda abaixo do esperado, foram divulgando detalhes a conta gotas (já postei bem mais do que seria normal sobre esse evento pelo simples motivo que sempre aparece uma novidade) tentando motivar os membros do HOG a comprar o passaporte, chegando mesmo a surgir um cambalacho para possibilitar a compra de passaportes por não membros do HOG. Um evento HOG começava a virar evento Harley, apenas para divulgar marca, life style e alavancar vendas do dealer catarinense.

Com a divulgação das últimas informações procurando atender as reivindicações que foram veiculadas pela web o evento ganhou nova motivação, mas ainda não atingirá o volume de vendas esperado pela organização. A sensação de descaso diminuiu, mas ainda persiste principalmente ao se conhecer os patrocinadores do evento (Petrobrás, Bradesco, Chevrolet e a própria HDMC), olhar o que é oferecido e o preço a ser pago. A maioria dos comentários no sentido que a festa perdeu o foco na confraternização e virou forma de vender o life style a fim de lucrar com isso continua afastando os membros mais antigos e que são formadores de opinião dentro de seus Chapters. Afinal, vender life style para quem já o pratica é bobagem.

Já foi o tempo que se comprava qualquer coisa que tivesse relação com a HD sem fazer qualquer avaliação. Falta aos executivos da HDMC brasileira viver o life style que eles querem vender para entender que harleyro não é executivo e por isso não tem compromisso com o lucro da empresa. Harleyro tem compromisso com harleyro.

O evento está mais interessante, mas ainda falta.. falta respeito com os proprietários de HD. Vamos ver o que vai continuar aparecendo para motivar as vendas que faltam para fechar o lucro esperado pelos executivos da HDMC brasileira.

3 comentários:

Bayer - Old Dog disse...

É uma pena o descaso da HD Brasil, eles ainda não entenderam o "case" de marketing que eles tem em mãos. Você disse bem, parece que fazem apenas para cumprir tabela com a Matriz.

A própria revista do HOG nacional tem uma qualidade de matérias e de direção de arte muito inferior a sua irmã americana, chegando ao absurdo ter anúncios em espanhol e alguns artigos que parecem ter sido traduzidos pelo Google Translate.

Anônimo disse...

Prezado Wolfmann,
Parabéns pela síntese PERFEITA da situação atual.
Harleyros sensatos como você deveriam ser consultados
para transformar o HOG naquilo
que ele deveria ser de fato!
Grande Abraço!
VÃO RODÁ!

PHDJUNIORBH

wolfmann disse...

Acho que, a exemplo da matriz, os funcionários escolhidos para tratar dos assuntos do HOG devem ter experiência para trocar com os colegas e não apenas bagagem de executivo. Só isso já acrescentaria bastante na hora de programar eventos.

Os atuais executivos que tratam do HOG estão aprendendo agora o que vem a ser a "experiência HD".