quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

SERT e Super Tuner

A grande dificuldade que tenho para fazer alterações na injeção da minha moto é falta de ferramental. Eu adotei o SERT (Screaming Eagle Race Tuner) para poder modificar, mapear e ajustar a injeção da minha moto.

Os motivos foram o fato de ser esse o modo de manter a injeção funcionando como foi projetada (nada de adds-on, módulos ou enriquecedores de mistura) e a minha moto ter sua mecânica totalmente Harley-Davidson, pois até na escolha das ponteiras fiz a escolha pelos Screaming Eagle (além do filtro de ar completando o stage I do Kit 95).

Com isso qualquer alteração deveria ser tranquila, mas não foi, muito por conta do mau treinamento dos mecânicos da HD-RJ em tratar de injeção eletônica.

Com a ajuda do Álvaro, um pouco de paciência e alguns drives de computador para solucionar a falta de cabos adequados (já foram devidamente encomendados na HD Adventure - www.hmhd.com e custam U$ 27,00) consegui fazer o ajuste da minha injeção.

Além dos cabos enfrentamos outro problema: a mudança do software para ajustar a injeção. A HD disponibiliza através da sua divisão SE peças e softwares para ajustes de performance das motos.

O meu SERT veio com a versão G do SERT e custou R$ 1200,00 junto com o serviço de remapeamento feito na loja HD RJ. Nos EUA esse equipamento custava U$ 400,00 e recomendava cerca de 2 horas de mão de obra para o serviço.

O software do Álvaro já é uma versão superior e leva o nome de Super Tuner (não tem preço no Brasil e custa U$ 500,00 e recomenda cerca de duas horas para remapear).

O software mais moderno é mais "user friendly" e não necessita tanta manipulação de tabelas para determinar qual o mapa mais indicado. Os ajustes são feitos de maneira idêntica (incrementos de unidade no mapa), mas a entrada deixou de ser serial e passou a ser USB.

Essa mudança de entrada da comunicação da injeção com o computador nos custou um tempo para instalar o programa com a versão antiga (o novo não se comunica com a interface mais antiga) e um adaptador para porta serial (quero ver alguém achar um notebook com entrada serial hoje em dia).

Você pode ajustar todos os parametros da injeção, desde o percentual de mistura na marcha lenta (não se consegue uma rotação inferior a 750 rpm) até o intervalo de tempo da injeção de combustível para mistura. O ponto da ignição também é regulado nesse programa.

Ponto negativo: a interface (parte principal do equipamento) fica casada com a moto onde você a utilizou. O chassi da moto é gravado na interface e não permite que seja utilizado em mais nenhuma motocicleta.

Conclusão: produto é ótimo, a evolução para o Super Tuner é fantástica (mais fácil de usar, pode fazer um log de até 15 minutos para você comparar com o mapa original e ver onde necessita de ajuste - se você tiver paciência, você pode dispensar o uso de um dinamômetro para ajuste fino da injeção) e vale a pena o investimento se você pretende ficar com a moto durante muito tempo porque dificilmente alguém irá dar valor a esse acessório no momento da revenda.

Um cuidado se faz necessário: no momento da compra certifique-se que o SERT ou Super Tuner está lacrado para evitar o estresse de descobrir que comprou algo que não poderá ser usado em outra moto além da moto que usou pela primeira vez a interface.

9 comentários:

Anônimo disse...

Boa tarde Sr.wolfmann!
Realmente é difícil encontrar bons mecânicos com experiência em mapeamento de MOTOS.
Estou trazendo dos USA o Super Tuner para colocá-lo em minha moto VRCDXA, mas confesso que fiquei na duvida entre o Super Tuner e o Powercommander, agora lendo o blog não tenho duvida SUPER TUNER.

Edvaldo

wolfmann disse...

Edvaldo, a opção pelo Super Tuner te dá a certeza de pode ajustar a sua moto da maneira que você quiser e precisar, ao contrário do PowerComander que tem uma gama menor de ajustes.
Parabéns pela escolha e divirta-se com a sua V-Rod.

Anônimo disse...

Oi gente. Vim parar aqui pesquisando no Google a diferença entre Power Comander e o Super Tuner para HD. Desculpem-me por insistir, mas é certeza que o Super Tuner é melhor? Por favor, responda no e-mail: ephraim@dglnet.com.br

wolfmann disse...

Amigo, prometo responder em breve para o seu e-mail pois no momento o tempo é curto.

Marcos Harley disse...

Bom dia Harleiros sou Marcos Rodrigues mais conhecido como (Marcão)fui técnico da Harley-Davidson unidade JK durante seis anos e em relação ao super tuner não tenham duvidas é superiormente muito melhor que o Powercommander,não da nem para fazer comparações,a pouco mais de dois meses sai da Harley e agora estou fazendo atendimento a domicilio c/ hora marcada se alguem estiver interessado em meu trabalho me ligue:7810-0374 ou nextel 55*7*54661 tenho uma boa esperiencia na instalação de super tuner e manutenção em geral,Obrigado Contem comigo.
marcos@bevian.com.br

wolfmann disse...

Publiquei esse último comentário por ser relevante dentro do assunto.
Como gosto de manter a independência, quero frisar que não tive a oportunidade de conhecer o trabalho do colega Marcos Rodrigues por estar no Rio de Janeiro e por isso não posso recomendá-lo, mas, dentro da credibilidade que todos têm, acredito que realmente seja possuidor da experiência de 6 anos na unidade JK do Grupo Izzo.

GPasquale disse...

Wolfmann,

Olá, sou proprietário de um Fat Boy 2009, comecei instalar os acessórios pelo lado mais fun. Escapamento e filtro e este último me trouxe um consumo muito maior de combustível. A recomendação de todos é um super turner que já encomendei.
Grato pelo seu comentário, pertinente e quando vi o Marcos postando fiquei feliz, ele fez um trabalho pequeno na minha moto (uma instalação de um sissy) mas foi de forma correta. O único detalhe que gente boa num tem mais tempo... É mais difícil de marcar com ele hoje em dia.

Irei acompanhar este blog, pois sempre tem notícia boa e não o pessoal reclamando do grupo IZZO (que já é passado).

Sempre que der vou contribuir.

Eu e a Valentina (minha FAT) agradecem

Jose Norival disse...

Boa tarde Wolfmann, tenho uma Fat 2009, qdo a comprei fiz uma serie de modificaçoes, inclusive na injeção, a oficina só me devolveu as peças originais e o aparelho super tuner, aquele que vem com 1 botão vermelho, e eu gostaria de entender um pouco mais, como funciona o super tuner na pratica, se vai mais um aparelho na moto ou não, e se posso remapear outras x, etc.E que para que serve este aparelho do "botão vermelho ".
Abs/Norival (São Carlos)jose.norival@itelefonica.com.br
18/07/2011

wolfmann disse...

Existem outros posts tratando do assunto, mas em resumo o equipamente que você tem na mão é uma interface que te permite fazer download de novas programações na ECU.

Essa interface fica associada a sua ECU e só permite que seja usada com essa ECU. Não conheço nenhuma intervenção que consiga fazer essa interface funcionar com outra ECU. Se você trocar de moto ou a sua ECU tiver problemas, você vai precisar de outra interface.

Além de servir com interface, você pode usar o equipamento para gravar o comportamento da sua ECU e analisar para poder melhorar em algum aspecto que você ache que precisa melhorar.

Não fica nada preso na moto, afinal a ECU está reprogramada, mas é importante que você mantenha uma cópia do mapa que foi gravado na ECU para recarregar em caso de algum problema.

O manual que vem com o equipamento (incluso no CD com o software) te mostra como funciona e você vai precisar entender um pouco do funcionamento da injeção para poder tirar melhor proveito da interface (além dos cabos para ligar a interface à ECU e ao seu computador).