sábado, 17 de maio de 2014

"e o HOG não faz nada?"

Com as novidades na linha 2014 aparecem os pepinos corriqueiros que são resolvidos apenas com o "laboratório de testes" no uso pelos novos proprietários.

Normal que tenhamos problemas com a tecnologia, a HDMC não consegue trazer um produto novo sem vir acompanhado de pequenos defeitos.

Mas também é normal que o péssimo pós-venda da montadora se finja de morto na maior parte das vezes que um proprietário traz um problema para ser sanado em garantia. Temos a conversa mole das "características" da marca: "não é um defeito, é uma característica"... Levanta a mão quem ainda não escutou essa ladainha.

E nisso tudo sobra aporrinhação e aumenta a sensação de estar comprando um produto de valor premium e qualidade abaixo da média.

Até aí nada de novo. A novidade são as sugestões para que o HOG tome partido na solução desses problemas como se fosse uma associação de proprietários lesados.

Senhores, isso não existe. O HOG faz parte do marketing da fábrica para vender o life style e motocicletas. Não é representante de proprietários e muito menos consegue influenciar decisões da montadora ou melhorar o pós-venda.

Quando muito, consegue influenciar o dealer a tomar uma providência no sentido de amenizar um problema de garantia ou moto parada, mas nem isso é exclusividade para o HOG, qualquer cliente com jogo de cintura pode conseguir isso. A solução acontece na base da amizade e do relacionamento que o dealer cultiva com a diretoria e os membros mais assíduos.

Cobrar providência, boicote ou protesto da diretoria é sem sentido. O bom ou mau desempenho do Chapter é fruto do trabalho (voluntário, é sempre bom frisar) da diretoria e em nada influencia nas decisões gerenciais do dealer, que se envolve com as atividades conforme sua estratégia gerencial.

Portanto, o HOG não faz nada no sentido de resolver problemas de pós-venda dos proprietários porque não pode fazer nada.

E o crescimento das vendas dos concorrentes (BMW, Triumph e Ducati) não acontece porque o HOG não "faz seu trabalho". Acontece porque o proprietário se decepciona com o pós-venda que não resolve os problemas causados pela própria montadora no desenvolvimento de seus produtos.

Enquanto houver mercado, a situação não vai mudar. O que posso sugerir em caso de pepino de garantia é conversar e tentar resolver amistosamente e em caso negativo juntar documentos e procurar o juizado especial porque a lei de proteção ao consumidor é uma excelente ferramenta. Reclamar nos grupos de proprietários ajuda a dividir a insatisfação, mas tem pouca eficácia na comparação com a via judicial.

Não resolveu em um intervalo de tempo razoável, acione a justiça. O intervalo de tempo razoável depende muito da sua paciência.

3 comentários:

Marcelo Santos Soares disse...

Muito boa noite, meu nome é Marcelo e recentemente comprei uma fatboy special na Harley Rio. Estou esperando chegar, seu texto é muito importante. Pois se algum proprietário tiver algum problema, e ficarem enrolando pra resolverem. É justiça e propaganda negativa nas redes sociais.

Kastrup disse...

Adelino, se o HOG fosse uma associação dos proprietários os associados deveriam votar na diretoria, e não esta ser indicada pelo dealer.....

Acho que talvez fosse o caso de criar uma associação efetivamente dos proprietários e, aí sim, esta cobrar providências da fábrica....

wolfmann disse...

É o que eu digo sempre.