terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Fim de ano chegando: vai viajar?

Pois é, se o natal é uma festa familiar, o Reveillon é uma festa para os amigos.

E muita gente viaja para festejar. Este ano teremos um belo feriadão, com o primeiro de janeiro na terça e um 31/12 enforcado na segunda.

Se vai colocar a moto na estrada, não custa fazer uma revisão rápida dos detalhes mais simples como calibrar pneus, verificar óleo e dar uma olhada nas condições da moto como a espessura das pastilhas.

Fazer revisão mais detalhada, nessa época do ano, é complicado... corre o risco de ter a moto entregue só depois do Reveillon.

Se você está chegando perto da revisão, pense em trocar pelo menos o óleo do motor. Deixe o filtro para a volta e use um lubrificante mineral com especificação 20W50. A marca é o menos importante, desde que seja atendida a especificação.

Por que não sintético? Porque dificilmente você vai partir para fazer mais de 4000 kms no Reveillon, o custo é menor e você não sente pena de chegar e fazer a revisão periódica que já devia ter feito antes de viajar.

E faça um favor a si mesmo: se achar que os pneus ou pastilhas não aguentam a viagem, vá de carro ou não vá. Vão haver outros Reveillons.

Agora é escolher bem o equipamento, não esquecendo que a estrada vai estar quente e pode encontrar muito trânsito, e preparar o roteiro. Deixe a roupa de chuva a mão (chuva é característica do verão) e não esqueça de se hidratar nas paradas.

E boa viagem!

3 comentários:

Wilson Roque disse...

Sei não, do jeito que o verão começou, acho que vou completar o tanque da minha Ultra com gasolina Podium, conectar a bateria no carregador, usar o descanso central e aguardar tempos melhores . . .

Anônimo disse...

Tenho comigo a dica de nunca misturar óleo sintético com mineral sem trocar o filtro. Mesmo uma troca preventiva é sempre melhor nunca misturar óleos de motor diferentes.
Abr e parabéns pelo Blog.
Gustavo O

wolfmann disse...

Gustavo, se você vai trocar não vai misturar.

Entendo que não se deve completar o nível com especificações diferentes e de preferência mantendo a mesma marca, mas ao fazer a troca você esgota todo o lubrificante antigo e coloca um novo.

O mesmo vale para o fluído de freio que muitos frentistas gostam de verificar e dizer que precisa completar. Para ser completado é preciso respeitar as especificações.

Mas vale o alerta.

abraço.