terça-feira, 13 de setembro de 2016

e a CVO não ligou novamente

Mesmo tendo rodado um pouco mais de 200 kms no sábado, a bateria da CVO não conseguiu dar partida no TC110 na segunda feira (ficou o domingo parada na garagem).

A bateria já vinha dando sinais de exaustão (importante lembrar que ela não chegou a ano e meio de uso) notados na iluminação do painel. Verifiquei a folga nos contatos e tudo estava normal.

Como sou insistente, tentei novamente ligar hoje (terça feira) e com algum custo ela virou e vim com ela trabalhar, mas isso indica mais fortemente que a bateria está no seu fim.

Pesquisando encontrei preços variando entre R$800,00(revendedor de baterias) e R$1200,00 (dealer HD) para as baterias. O preço mais em conta foi R$451,00 no distribuidor de baterias da Moura, do qual o posto é cliente, que vem a ser a mesma que está hoje na CVO.

A diferença de preço entre marcas e revendedores pesa e vou tentar mais uma vez usar a Moura, apesar do seu menor CCA (provável "causa mortis" da bateria em tempo tão curto) e ver com se comporta dentro do meu uso normal, rodando diariamente.

Zerei o erro da sonda de O2, vou trocar a bateria e verificar se o problema será resolvido com a troca da bateria.

8 comentários:

Anônimo disse...

Wolf bom dia!

Uma sugestão para o amigo com relação a bateria, esqueça as originais Moura e as Yuasas! Compre a Motobatt MBTX30U-HD, cara você vai se surpreender com a qualidade e potência dessa bateria ( CCA igual as das HD originais Americanas) Partidas sempre fortes e tranquilas. O custo é melhor que Yuasa e Originais Moura.

abc
Alex63

wolfmann disse...

Vai ficar para a próxima, Alex.

Já recebi a Moura e estou ativando para fazer a troca, mas pode deixar que ano que vem ou em 2018 (não espero que dure mais do que isso), estarei buscando a Motobatt.

Obrigado.

Anônimo disse...

Wolfmann, peça também para verificarem com scanner se o Soleneide de desconpressão ( ACR) esta ativado. Peguei uma Ultra com mesmo sintomas e bateria zero , so que os solenoides não estavam ativados. Depois da ativação tudo ficou 100% como deveria ser.

abc
Alex63

Tovar disse...

Entretanto a dica me é útil, vou pesquisar preço para essa bateria morcego. Minha Fat rodou 6 anos com uma bateria original made in USA, e já comprei a moto usada. Aqui em Minas, no inverno o CCA é fator a ser considerado.

Rodolfo Costa disse...

Só para questão de registro sobre a bateria moura, na minha fat bob, só durou 1 ano e 3 meses.

wolfmann disse...

Rodolfo, a Moura da CVO pediu arrego com os mesmos 15 meses.

Vamos ver como se sai a nova Moura.

.:juliano:. disse...

Mestre Wolf, qual era a bateria original que veio nela, já não era Moura? A minha Street 2012 já era "Moura HD" durou 2,5 anos e na época coloquei Moura novamente. Grande abraço!

wolfmann disse...

Juliano, acho até que poderia ter insistido com a bateria original (que já havia sido trocada em garantia pelo Sidão), mas não quis forçar o limite.

O calo da bateria Moura é o baixo CCA, que acaba cansando a bateria com maior rapidez se a bateria não estiver sempre carregada.

O uso do Sidão é bem diferente do meu: ele usava em fins de semana e na maior parte das vezes para viajar, deixando a moto parada por mais tempo que eu.

Com essa mudança de uso, espero que a Moura aguente bem mais, pelo menos o seu prazo de 2,5 anos.

abraço.