domingo, 20 de fevereiro de 2011

injeção HD - sistema de alimentação

Já relatei o problema e a solução do problema que passei com a Fat que simplesmente não ligava após o tanque esvaziar e mais tarde não ligando nem com o tanque cheio.

Foi um problema com o sistema de alimentação da injeção e isso acabou sendo assunto de tópico no Motonline, iniciado pelo colega forista Leoclima (http://www.motonline.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=18922&PN=1&get=last#572198 ), que trouxe algumas fotos que tomei a liberdade de reproduzir aqui no Blog.

As fotos foram feitas em uma Dyna 2006, com motor TC88, mas valem para qualquer modelo Softail, Touring, além das Dynas. Nas Sportsters esse sistema é acessado por um vigia que fica por baixo do tanque, e portanto, de muito mais fácil acesso.

A primeira foto mostra o que a gente encontra quando remove o painel que fica por cima do tanque de combustível: uma tampa vigia que dá acesso ao interior do tanque de combustível:


Ao sacar os parafusos e tirar a vigia e a junta, temos acesso ao sistema de alimentação que fica submerso dentro do tanque:

E a terceira foto que seleciona mostra o sistema fora do tanque: filtro do pescador, pescador, bomba de combustível, filtro de combustível e mangueiras (2).
No caso do problema da Fat, tive furadas as duas mangueiras (notem que estão escurecidas pelo tempo de submersão na gasolina) e o filtro de gasolina (que nesse sistema não tem envólucro de aço, mas sim de plástico).
O manual da Fat recomenda a substituição da "tela do filtro de combustível" aos 40000 kms (25000 milhas). A tela não pode ser trocada sem a substituição do filtro de combustível, portanto temos a recomendação de troca do filtro de gasolina aos 40000 kms.
Com o intervalo tão alongado para a troca de filtro, acabei não fazendo a troca por desconhecimento e o Adriano também não sabia da recomendação já que são poucas as injetadas que ele cuida e chegam tão longe.
Com base na experiência (troca das mangueiras em garantia, primeiro aos 8000 e depois a outra mangueira aos 16000 kms e agora a troca aos 45000 kms do filtro e as duas mangueiras) eu vou tomar a precaução de diminuir esse intervalo de 40000 kms para 24000 kms (intervalo entre a última troca de mangueiras e essa nova troca de mangueira) a fim de estar mais prevenido sobre essa situação.
Aos poucos vou fazendo o meu programa de manutenção. O último ítem de troca preventiva que falta confirmar é o belt da transmissão secundária (previsão de 50000 milhas - 80000 kms, mas que reza a lenda ser 60000 milhas - 96000 kms).

29 comentários:

EduardoBN disse...

Wolf sou um leitor assíduo do seu Blog e posso afirmar que hoje você é uma referência NACIONAL em termos de HD no Brasil, seu blog é um dos melhores e seu conhecimento sobre HD é admirável. Por essa razão gostaria de pedir sua ajuda para divulgar a venda da minha moto, que é verdadeira jóia, segue o link: http://www.webmotors.com.br/WebMotors/Compra/motosDetalheDescricaoVeiculo/motos-detalhe-descricao-veiculo.aspx?cod=131136&tipo=U

IVAN CARNEIRO disse...

Wolfmann,
Ótimos esclarecimento, esta situação já ocorreu com amigos nossos, aqui em Salvador, em uma Fat e duas Heritage. Tomei a liberdade de postar em nosso blog, http://harleyrosbahia.blogspot.com
Sds.

wolfmann disse...

Ivan, fica a vontade para divulgar os assuntos.

Faço minhas anotações com base na experiência e quanto mais a gente espalha mais colegas encontram soluções que muitos espertalhões gostam de cobrar caro.

Abraço.

Paulo Barão disse...

Olá Wolfmann.

Possuo uma Road King 2000 (injetada) e estou com um grande problema, nem o mecânico está achando o defeito.
A moto simplesmente parou.
O motor de arranque funciona normal, porém a moto não da sinal de vida. O que achei estranho é que a parte elétrica da moto está funcionando normal (faróis, setas, etc), porém quando aperto o botão Run/Off a luz do check engine não acende e não faz aquele barulho da injeção. Não há faísca na vela e o módulo da injeção está esquentando demais, muito mesmo, a ponto de queimar a mão.
Quando realizo o DTC para o diagnóstido recebo os erros U1097-Loss of Speedometer Serial data EFI e U1016-Loss of ICM/ECM Serial Data Instruments. Vc faz alguma ideia do que possa ser????
Parabéns pelo blog.

Desde já agradeço.

Abraço.

Paulo Barão
e-mail:paulom.barao@hotmail.com

wolfmann disse...

Paulo, por algum motivo a comunicação da ECU com o sistema de injeção está com problema.

O odômetro digital é na verdade um painel de comunicação da ECU, já que é na ECU que ficam arquivados o log de erros, a quilometragem percorrida e até mesmo dados referentes ao uso da motocicleta que podem ser apreendidos pelo SERT.

Os erros que você reporta indicam exatamente esse problema: falha na comunicação da ECU.

O aquecimento da ECU indica curto em algum lugar. Como você não indicou nenhuma alteração na sua moto, acredito que você possa ter algum curto na caixa de fusíveis, relês ou no pior caso na própria ECU.

O melhor teste seria retirar a sua ECU e colocar uma outra ECU para verificar se a moto volta ao normal.

Se isso resolver, você vai precisar trocar sua ECU. Se o problema persistir, o curto está localizado em outro lugar e você vai precisar de um bom eletricista para achá-lo.

Estou postando como comentário para os colegas que leem e participam deixarem suas opiniões, mas estou replicando via e-mail este comentário.

Abraço.

Anônimo disse...

Vc tinha razão Wolfmann, a ECU está com problema. O mecânico colocou a ECU de outra mota e ela voltou a funcionar normalmente.

Agora é questão é: onde eu poderia achar uma ECU aqui no Brasil por um bom preço? Vc faz ideia?

Obrigado novamente pela sua ajuda!
Paulo

wolfmann disse...

Paulo, isso acontece em má hora. Dealers em fase de transição e a HDMC implementando política proibindo os dealers americanos de vender para fora dos EUA.

No Brasil, acredito que somente em São Paulo você vai conseguir uma ECU nova. Tente no MB Pimenta ou em importadores conhecidos como a Via Usa ou a First Class.

Aqui no Rio eu procuraria a Brazil Custom.

Outra opção é procurar em fórums de proprietários por alguém que tenha trocado a ECU original para usar o Thunder Max. Tente o Fórum HD (www.forumhd.com.br) ou o HarleyFriends (www.harleyfriends.com.br).

Na internet, outra opção é o site do bikerfriends (www.bikerfriends.com.br).

Sorte na pesquisa.

Dimy Testa disse...

Olá Wolf!

Cara estou com uma Softail 1450 2005, e ela estava falhando mto, agora ela parou e notei que ficou sem centelha na vela!

Já tentei trocar o modulo e não mudou nada, vc poderia me ajudar?

Obrigado!

wolfmann disse...

Você verificou o log de erros? Falta de centelha deve gerar algum erro para indicar onde começar a mexer.

De toda a forma: falta de centelha pode ser cabo ou bobina. Troque os cabos, arrume uma nova bobina para testar e verifique as velas. Essas são as causas mais prováveis.

Dimy Testa disse...

Tbm já troquei os cabos velas e bobina, e não mudou nada!

Estou ficando bem preocupado!!!

wolfmann disse...

bem, a parte simples você já viu.

Próximo item é verificar o sensor CKP (sensor que controla o ponto de ignição). Salvo engano, esse sensor ficar na frente do motor, perto do regulador de voltagem na parte de baixo. Vai ser preciso soltar o regulador para acessar o sensor.

Retire, limpe e recoloque no lugar.

Aproveite e limpe os contatos por trás da caixa de fusíveis, na caixa de fusíveis e na chegada à ECU.

Macedao disse...

Busquei minha Sportster na oficina hoje, trocou o guidon, os cabos e a fiação. Depois de 250 km ela morreu do nada.
Para dar a partida, a luz da injeção acende, mas nao faz o barulhinho de injetar a gasolina, e ela nao liga. Insisti, e em algumas vezes ela fez o barulho de injetar gasolina, ai ela pega, porem ando uns 5 m falhando, e ela morre de novo.
Estou achando que pode ser um mal contato em algum fio. Alguem sabe o que pode ser?
Estou a 300 km da oficina que fez as trocas.

wolfmann disse...

causa provável é um mau contato pela troca de guidão.

Minha primeira providência seria desmontar o punho direito e verificar as ligações do botão corta-corrente (off/run).

Ricardo Popó disse...

Meu amigo possuo uma Dyna FXD 2008 e a mesma esta começou a aquecer o fusível da iluminação. O mecânico já procurou e não achou nada. Você teria alguma dica para ajudar,

Ricardo

wolfmann disse...

se modificou alguma coisa (instalou led, colocou tomada 12v, trocou lâmpada, mudou guidão e assim por diante) comece refazendo o serviço.

Em algum lugar o aterramento está falho e dando pico de voltagem nesse fusível.

Ide!!! disse...

olá wolfmann estou indo para orlando e precisava comprar o filtro do tanque, o problema é que não acho esse filtro no site das lojas, apenas os de linha, vc saberia me dizer o nome em ingles ou onde posso achar?
muito obrigado
Pedro Coppini

wolfmann disse...

Em Orlando visitei as lojas turísticas do dealer local (em outlet e Disney Down Town) e só encontrei peças na Históric Factory Dealership, localizada na 3770 37th Street.

Procure pelo Fuel filter (filtro de combustível) e aproveite para trocar o regulador de pressão da bomba (regulator Fuel pump) que trabalha em conjunto com o filtro.

A recomendação é pela troca de ambos já que os dois sofrem com a sujeira.

Eu aprendi na prática, quando tive problema com o filtro e em seguida com o regulador.

E traga a junta da tampa (gasket top plate) porque a junta original costuma estragar quando se abre a tampa para efetuar a troca do filtro.

Anônimo disse...

olá wofmann ..parabens pelo seu blog muito bem detalhado da hora tudo sobre harley parabens ..kara preciço de sua ajuda eu tenho uma oficina multmarcas e pela primeira vez aparaceu uma fatboy 2005 sem faisca.kara o que pode ser .no mais meu muito obrigado e parabens pelo blog abraços

wolfmann disse...

Acredito que já tenha feito as verificações normais (cabos de velas no lugar, bobina funcionando e bateria em condições e com os cabos apertados).

Agora é fazer o diagnóstico para verificar os erros que estão armazenados no log de erros para ter uma indicação do que possa estar com defeito.

Abraço.

Cronicas de Nando disse...

Tenho uma deuce2004 e ficou parada um.ano tirei gasolina coloquei nova baixei o óleo coloquei novo bateria nova só que quando dou no run escuto um.tek no rele de injeção s a bomba não arma .....o que pode ser

wolfmann disse...

Pelo ano da moto e pela sua informação de que a bomba não arma, acredito que sua moto seja injetada.

Várias podem ser a causa do seu problema: desde um problema na bomba de gasolina a um furo nas mangueiras internas (vaza gasolina para dentro do tanque) que impede a pressurização do sistema.

Comece pelo simples e verifique se o relé não está em curto.

Se estiver tudo em ordem, a primeira providência vai ser abrir a vigia do tanque, retirar o sistema de admissão de gasolina (filtro, regulador, bomba e mangueiras) e verificar se não há nada entupido ou vazando.

Se o problema persistir, vai ser preciso testar a bomba.

Abraço.

Jose Deny Neves Barboza disse...

Minha RK 2007/2008 FLHRC não funcionou. A bomba injetou, o arranque virou e a moto não funcionou. Em casa, verifiquei os fusiveis, todos bons. Retirei as velas velas e verifiquei a faisca, tudo bem. Observei que estavam secas mesmo após várias injetadas. Injetei e virei arranque com as velas fora. Nem cheiro de combustível. Abri o tanque e troquei o filtro de combustível e a válvula reguladora de pressão de combustível. Tirei o mangote que leva combustível aos bicos. Injetei e virei arranque, nem cheiro de combustível. Não sei o que fazer. José Deny Neves Barboza 53 3321 4570 e 53 9982 3814.

wolfmann disse...

José Deny, não adianta soltar a linha de combustível do tanque, se a ECU não souber que o bico injetor está ligado e a pressão no circuito não estiver dentro da pressão de serviço, não haverá injeção.

Portanto ao desligar a linha de combustível, você alterou a pressão de serviço e não vai sair combustível.

A primeira coisa a fazer será zerar o log de erros e após isso, ligar novamente e verificar os erros que vão aparecer. Anote os erros: são a primeira indicação do defeito.

Acredito que, como você já verificou a parte elétrica (tem centelha na vela) e substituiu toda a parte mecânica referente ao filtro, o seu problema possa estar relacionado aos bicos injetores por isso é necessário verificar o log de erros. Eu tive um problema na tomada do injetor que não permitia a um dos bicos injetar causando mau funcionamento e essa pode ser a causa do problema.

Abraço.

Samuel G. Alves disse...

Existe algum filtro de combustivel de carro que seja compativel na Fat?

Tenho uma Fat 2010.

wolfmann disse...

Samuel, eu desconheço algum filtro alternativo para as HDs. Note que os filtros devem ser blindados pois ao contrário dos carros, o filtro de combustível das HDs fica imerso no combustível dentro do tanque.

Do mesmo modo, o filtro alternativo deverá contar com um regulador de pressão para poder segurar o retorno do combustível quando a moto desacelera.

abraço.

Luciano Guerra disse...

Bom dia meu irmão, minha Fat Bob está jogando 4 bar de pressão e o correto seria 3 bar e com isso quando ligo a moto ela esta afogando. Tem como diminuir a pressão sem a troca da bomba???
Desde já obrigado pela atenção.

wolfmann disse...

Luciano, não conheço nenhuma forma de trocar a pressão de serviço da bomba de gasolina.

Acho que só trocando mesmo.

abraço.

Dionisio Lima disse...

Wolffman, como a Road king Classic 2004 faz o controle da mistura, se ela não tem sensor de oxigeni0?

wolfmann disse...

Dionísio, a sonda O2 só é usada em sistemas de injeção closed loop. A sua moto tem injeção open loop, ou seja não funciona em circuito fechado que permite a correção da injeção em função da presença maior ou menor de Oxigênio na mistura.

O sistema open loop é um sistema menos eficiente em relação à emissão de poluentes por não permitir esse controle. O tempo de injeção é uma constante obtida através das leituras dos sensores de ponto, temperatura, aceleração e pressão atmosférica no coletor, não sendo corrigida pela maior ou menor presença de oxigênio.

Minha Fat usa o sistema open loop e nunca tive problemas, fosse para licenciar (vistoria anual) ou no uso.