quinta-feira, 24 de junho de 2010

as HDs injetadas esquentam... e agora?

Muitos colegas novos: vários escolhem a HD como primeira moto, outros vem de outras marcas e alguns vem de HDs carburadas.

Em comum apenas a constatação: o motor Twin Cam dissipa muito calor.

E uma dúvida: é normal?

Senhores, depois de quatro anos posso afirmar que os TC esquentam muito e sim é normal isso.

O motor TC dissipa grande quantidade de calor devido às condições que são exigidas pelos programas anti-poluentes. Filtro de ar e escapamentos restritos aliados a uma mistura ar/combustível muito pobre fazem com que os motores HDs sofram muito para gerar potência e a potência gerada e não utilizada acaba em calor a ser dissipado pela máquina, como em qualquer máquina térmica.

No uso em viagens essa característica do motor refrigerado a ar passa desapercebida em virtude da ventilação forçada, mas no trânsito pesado é algo que muitas vezes faz a pessoa pensar no carro com ar condicionado... principalmente no verão carioca.

Solução para isso: deixar o motor trabalhar como ele foi concebido e para isso voltamos a velha estória de filtro de ar e ponteiras esportivas e afinação da injeção para melhorar a mistura.

As vistorias feitas nos diversos Detrans das capitais vem mostrando que as modificações de filtro e escapamento esportivos ficam dentro dos limites tolerados desde que a mistura seja bem regulada para tal.

Além do beabá, muita gente faz opção pelo radiador de óleo como forma de ajudar na dissipação do calor gerada pela refrigeração a ar dos motores HDs.

O radiador de óleo, ao contrário do radiador de água, só funciona com a moto em movimento porque depende da ventilação forçada feita pelo deslocamento da moto para resfriar o óleo e consequentemente resfriar o motor e diminuir a dissipação do calor feita pela máquina. Ajuda mas não resolve no trânsito.

A HD melhorou a eletrônica dos TC 96 e hoje você já pode programar, com a ferramenta adequada, o motor para que o cilindro traseiro seja desligado em velocidade perto de zero e temperatura acima de 100º (ou coisa parecida) dando maior conforto no trânsito pesado das grandes cidades.

Portanto, HDs maiores e mais novas (as Sportsters esquentam também, mas em nível menor) esquentam, mas o bom disso é que dá motivo para você começar a mexer nelas.

5 comentários:

Rômulo Provetti disse...

Não sabia que HD esquentava. Hehehe

Wilson Roque disse...

Você sabe, por tem acompanhado no meu blog, as várias tentativas que fiz para melhor a dissipação do calor na minha Ultra Glide. Acho que conseguí, com o somatório do radiador de óleo + manter aberta a válvula no escapamento. O consumo aumentou um pouco, faço agora uma média de 15,5 km/litro, mas o motor ficou suportável, no verão. Claro que, no inverno aqui do Sul, o calor dissipado desaparece (rsrsrs).

wolfmann disse...

Não precisa nem ser no inverno do sul... por aqui também melhora muito no inverno... hehehehe.

De cara te digo que esse consumo não é dos piores para uma EG. Algumas EGs aqui no Rio conseguem até 18 km/l na estrada.

Acho que um regulagem na mistura pode trazer um melhora no consumo e na temperatura.

Minha Fat tem um consumo de 13 km/l na cidade e 20 km/l na estrada.

Vale uma análise dos alternativas para os ajustes da mistura. Só pela "tropicalização" do mapa já deve obter alguns resultados.

Guerreiro ;-) disse...

Wolfann,
hoje esteve um ex-mecanico da HD em Brasília, na minha casa, para instalar um extensor na Dyna de um amigo. Conversando com ele sobre escape, e ele me informou que os escapes originais, tem um plug que, segundo ele, quando é conectado (vem originalmente conectado), ele desativa uma saída de escape, deixando apenas uma funcionando, quando exigida forte aceleração. Por isso, o cilindro traseiro trabalha muito mais, esquentando DEMAIS a moto.
Ele disse que alguns chefes de oficina (como ele) desconectam estes plugs SEMPRE, para que, independente da tocada, as duas saídas trabalhem sempre, esquentando menos o motor. Disse que, além disto, quando alguem substitui o escape, com o plug já desconectado, não encontra problemas para fazê-lo em qualquer lugar. No caso da substituição de um escape original, com um plug conectado, mesmo você substituindo por outro escape, ele irá acusar mensagem de erro no painel. Por isso, o Grupo Izzo, na revisão, desconecta este plug. Não sei até que ponto isto é verdade, mas é interessante esta informação. Se alguém souber se procede ou não, por favor avise.
Abraços,

wolfmann disse...

Vale a informação e esclarece um dos "milagres" de algumas motos aqui no Rio que trocaram escape e não tiveram problemas com mensagens de erro.

Se alguém mais quiser agregar informação, fique a vontade.